top of page
Buscar
  • Foto do escritorLuciana Masson Beauty

Guia para tratamento do Melasma

Duvidas das pacientes:

O que é Melasma? Quais os tipos de Melasma?


Melasma no rosto é uma condição que qualquer pessoa pode ter, as manchas de melasma pode ser desencadeado por alguns fatores. Dentre eles, podemos citar o fator genético, os remédios anticoncepcionais, a leve exposição ao sol e a


A tecnologia tem auxiliado nas condição para tratamentos eficazes a base de creme, pomada e tratamentos estéticos para melasma.


Neste guia, que elaboramos vamos abordar o que é melasma e os tipos de melasma, vamos também falar sobre os tratamentos disponíveis no mercado e se são eficazes. Veja, em seguida, o que o blog Luciana Masson Clinic preparou para vocês.


Tudo sobre Melasma: O que é? O que causa? Tem cura? Qual o melhor tratamento?

Existem alguns fatores que causam o melasma, contudo, ele não se manifesta igual em todas as pessoas, é necessário uma consulta para avaliarmos cada caso.


O que é melasma?

A melasma na região do rosto é uma condição em que aparecem manchas escuras, principalmente nas bochechas, na testa, no queixo, no nariz e nos lábios.


Vale lembrar, em algumas pessoas, principalmente devido à exposição ao sol, podem ser apresentadas melasma em outras partes do corpo, como, por exemplo, no pescoço e no braços.


Muitas pessoas se incomodam com as manchas do melasma e procuram por produtos que dizem ajudar a combater o problema. neste guia você vai saber tudo sobre o que é melasma e como acontece para tratar e controlar a condição. Acompanhe em seguida em nosso guia.


O que causa o melasma?

O melasma no rosto é uma condição onde aparecem manchas escuras, eles aparecem principalmente as regiões das bochechas, do queixo, da testa, do nariz e dos lábios.


As manchas de melasma, pode atingir pequenas partes da pele ou manchar todo o rosto, por isso, o tratamento é tão importante para tratar o problema. as manchas pode se manifestar entre os 20 a 60 anos de idade, principalmente nas mulheres, contudo, os homens também podem ter melasma.


um dos fatores principais na melasma no rosto é a baixa autoestima e a procura por tratamentos para eliminar o melasma no rosto. Entre os principais fatores que fazem com que ele apareça estão a exposição ao sol e a gravidez.


Na genética de cada pessoa também está presente entre os fatores que causam o melasma, desse modo, caso sua mãe tenha você é mais propensa a desenvolver melasma no decorrer da vida. E embora seja fácil identificar a mancha de melasma, o especialistade melasma é o profissional que pode dar a certeza do diagnóstico.


Quais os tipos de melasma

Existem três tipos de melasma, para você poder compreender melhor como surgem, vamos explicar cada um deles e qual o motivo do melasma:


  • Melasma Epidérmico: Quando há o acúmulo de epiderme na camada mais superficial da pele;

  • Melasma Dérmico: Quando a melanina se deposita ao redor dos vasos superficiais e através dos vasos profundos;

  • Melasma Misto: Ocorre no acúmulo exagerados da pigmentação na (Pele) epiderme (melasma epidérmico), e no acúmulo da melanina na derme (melasma dérmico), ou seja, uma junção dos dois primeiros tipos de melasma.

Como tratar o melasma? Existem tratamentos caseiros?

Os tratamentos caseiros para eliminar o melasma, entretanto, eles não são eficazes como quando usamos os cremes e pomadas para tratar a melasma. Uma das maneiras caseiras mais simples de tratamento do melasma é com a ajuda do gel de babosa.


Para isso basta tirar o gel da babosa e usar 3 vezes ao dia nas partes escurecidas do rosto. Outra maneira caseira é usar o vinagre de maçã no tratamento para melasma. Ele possui ácido acético que ajuda a clarear as manchas espalhadas no rosto.


Para usar o vinagre de maçã no tratamento do melasma, basta misturar 1 colher do ingrediente em um copo de água e passar no rosto com o auxílio de um algodão, principalmente nas áreas escuras.


Tratamentos para melasma

Existem alguns formas para tratamentos do melasma, dentre eles, os cremes, as pomadas e o ácidos, também conhecido como peeling químico. Veja, em seguida, como funciona cada um deles:


1. Os creme para melasma

Os cremes para manchas da melasma são bem eficazes, pois possuem princípios ativos, como: a hidroquinona que clareia a região afetada pelo melasma. A maioria dos cremes são produzidos com retinoides, tazaroteno, ácidos azelaico, kójico e salicílio.


2. As pomada para melasma

As pomadas para melasma são outra opção de clareamento na pele, entretanto, a maioria possui o princípio ativo à base de corticoides, desse modo, devem ser usadas por um curto período de tempo.


3. Tratamentos estéticos para melasma

Dos tratamentos para melasma mais conhecidos e eficazes, podemos falar do peeling químico à base de ácidos, entretanto, a concentração é muito mais forte.


Os alimentos que clareiam o melasma

Do mesmo modo que devemos evitar alguns alimentos para não piorar o melasma, existem outros que podem e devem ser usados diariamente. Um exemplo são os alimentos com as cores bem fortes, como, por exemplo, a cenoura e a batata-doce.


Algumas frutas também são excelentes para clarear o melasma, portanto, aposte na amora, no morango e na framboesa. Você também pode consumir sucos dessas frutas diariamente.


As folhas verdes, como, a couve, o espinafre, o tomilho e o manjericão, também ajudam a clarear o melasma. Você também pode consumir diariamente o chá-verde.


Em nosso guia você conheceu tudo sobre o melasma no rosto, contudo, sempre procure ajuda de um profissional qualificado para a indicação de cremes, pomadas e tratamentos estéticos para melasma.


Como se previnir do melasma

Veja, em seguida, o que pode piorar o melasma. Desse modo, você pode prevenir seu aparecimento ou intercalar com o tratamento indicado pelo especialista de melasma


Evite comer em excesso açúcar, alimentos processados, pães à base de trigo e linhaça, carboidratos, glúten, laticínios e leite de soja.


As bebidas alcoólicas e o café também estão na lista dos alimentos que podem piorar o melasma. Vale ressaltar, que o melasma não tem cura, pois é uma doença crônica, entretanto, com os procedimentos que informamos acima ele pode ser controlado.


Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page